Por enquanto a mudança é só de um blog para outro... estou deixando o Blogger para aderir ao "Wordpress". Veja lá: http://viviagnolo.wordpress.com

Reações: 
Hoje vou apenas fazer um link pra "História do Rato - parte 2". http://deboraagnolo.blogspot.com/2010/02/historia-de-um-rato.html

Esse é o blog da minha irmã. Qual delas? Vai ter que entrar no blog pra descobrir. : )
A Parte 1 você confere aqui: http://vivigelando.blogspot.com/2008/07/rato-bom-rato-morto.html

=*


Reações: 

TAJ

Hoje vou escrever por dois motivos... o primeiro deles é que estão me cobrando algumas atualizações do site, pra tirar logo esse 'espírito de porco' do último post, sobre o Assalto.
O segundo motivo é que, nessa semana, aconteceu uma coisa desagradável e eu quero falar sobre isso pra saber a opinião das pessoas que lêem o blog.

Na segunda-feira, combinamos com um grupo de amigos de ir ao TAJ. Chegamos lá e fomos barrados pelo segurança na porta... o Juca não poderia entrar porque estava de bermuda. Na porta, uma placa que dizia: PROIBIDO ENTRAR DE BERMUDA, BONÉ, CHINELO ou SEM CAMISA. É óbvio que o segurança não tinha nada a ver com o acontecido, mas falamos pra ele sobre a nossa indignação e deixamos claro que não voltaríamos mais lá. Nem nós e nem os outros amigos que estávamos esperando.

Hoje, durante uma palestra sobre "Ética na sala de aula", uma psicóloga falou que algumas das regras impostas às crianças não possuem fundamentação alguma. Como exemplo ela citou o fato de os alunos usarem boné na sala de aula: qual o real motivo dessa proibição? O argumento de que é desrespeitoso usar boné durante uma aula já não é mais suficiente, isso era coisas de nossas avós. E é essa mesma pergunta que eu me faço quando vejo, num restaurante do nível do TAJ, uma placa proibindo a entrada de um homem usando bermuda, especialmente em Curitiba, quando o verão dá as caras apenas alguns dias por ano. 

É, Curitibocas, o André Abujamra tem razão. Vocês têm que aprender a ser mais educados.
Hunf.

(Sim, sim, o blog está passando por algumas transformações. Estou tentando entender como funciona esse HTML safado e aos poucos eu vou melhorando! )

Reações: 
Então galera, nem só de risadas vive um blog... como disse o Tchê, um blog vira um documento mesmo, uma fotografia que se arrasta no tempo... de modo que... é preciso relatar também as frustrações que a gente vive...

Ontem à noite, por volta das 20h30, eu, Débora e Ana Opolski fomos assaltadas a 40 passos da Casa dos Valetes. Mão armada. Gritos na garganta. Medo. A arma apontada. Eu querendo contestar o maluco. O medo de perder a Dé. Entregamos as bolsas. Medo. Corremos pra chamar a Polícia. Medo. Muita angústica e 40 minutos depois, a certeza de que nada ia melhorar. A vontade de voltar no tempo, de dar um CTRL + Z e não ter saído de casa. E hoje, a imensa dor de cabeça pra cancelar cartões, talão de cheques, chamar o chaveiro pra arrombar a porta, trocar os segredos. Quando é que a gente vai ter a sensação de que trabalha pra viver melhor e não pra se proteger melhor ???

*Valeu Luís, você foi ótimo.


Reações: 
Há exatos 8 meses, resolvi comprar uma máquina de lavar roupas. Seguindo as instruções da senhora minha mãe, fui atrás de uma Brastemp. Mas eu não queria uma máquina qualquer, queria uma máquina INDEPENDENTE: queria que ela fizesse TUDO sozinha. Encher d'água, esfregar com delicadez quando necessário, ficar de molho, colocar o amaciante na hora certa, centrifugar com mais ou menos gentileza e então: voilà ! Tudo pronto. Só colocar no varal (porque infelizmente ainda não inventaram uma máquina que faz isso.)
Bom, no domingo, resolvi lavar umas roupas e sair pra almoçar pra, quando voltar, ficar feliz e contente porque a máquina já tinha feito tudo.Voltei do almoço e aí sim, me dei conta da besteira que "eu" fiz. Meu querido amigo Luís, na noite anterior, pegou um pirulito que estava em cima da minha mesa e rasgou o plástico com a boca. Não lembro ao certo onde foi que ele jogou esse plástico, mas me recordo PERFEITAMENTE de ver a dita embalagem tampando o ralo por onde deveria ter escoado a água da máquina. Resultado: minha cozinha estava alagada.
Com a paciência que não me é peculiar, enxuguei tudo. E então resolvi lavar mais um pouco de roupa pra aproveitar o ventinho que soprava.
Alguém aí tirou o plástico do ralo ? Porque eu, muito esperta, NÃO TIREI ! Aí fui ouvir música, fazer planejamento e todas aquelas coisas de domingo... quando lembrei da máquina já era tarde demais. A cozinha estava alagada DE NOVO ! Errar é humano, mas persistir no erro é burrice, né ?
Eu, muito raivosa, briguei com a Brastemp e disse: já que você é tão independente e quer fazer tudo sozinha, agora pode secar o chão !
Fechei a porta e fui deitar. No outro dia, tudo tava sequinho, como eu mandei !
Eu definitivamente adoro as independências do mundo moderno. =)


Reações: 

Flickr

About me

Minha foto
Cidadã do mundo, tenho quase 25 anos, sou musicista e já fiz um pouco de tudo (ou quase tudo) nessa vida. Atualmente, estou em fase de transição, que parece não acabar nunca, porque cada vez que eu dou um passo, o mundo muda de lugar.

Labels

Quem me segue